sexta-feira, abril 7

Proto mestre (talvez sendo herege por precaução)


( ) isso é tudo

Sinopse

Uma mulher e seus 4 filhos se mudam para um apartamento. Os filhos chegam escondidos dentro de malas e não podem sair do apartamento, para não serem descobertos. Após algum tempo a mãe decide deixá-los, passando para o mais velho, de 12 anos, a tarefa de cuidar da casa e dos irmãos.

Impressionante

Se Kore Eda fez de seu primeiro filme uma homenagem a seu "metre" Ozu, com Ninguém pode saber ele volta a revisitar este gênio fazendo um anti Filho Único. Até nas escolha de seus "Pilow Shots" (como a chaminé de fábrica)..enfim anotações para não serem esquecidas...

Ou no fundo, como mostrar o tempo pelos pés e pelas mãos... mas que coisa... o tênis, o sapatinho que faz barulho, os pés mesmos, as mãos as unhas pintadas (presença da mãe) e despintadas (ausência da mãe)..que riqueza de laços e pensamentos e sentimenos...sem derramar quase palavra... e quantas coisas no dentro e fora da casa, nos olhares, nos atos, todos silenciosos..(suspiro profundo)

*Ainda não foi o suficiente para matar saudades de CAsilli e Kawano, que aliás foi só pelo abraço...para sorriso*

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home